notícias musicais

top 13 artistas

  1. Züriwest
  2. Zumbalanço Samba Rock
  3. Zulma Cantora
  4. Zülfü Livaneli
  5. Zucchero
  6. ZRM
  7. Zoroastro
  8. Zorica Brunclik
  9. Zona Zero
  10. Zona Ganjah
  11. Zona Fuego
  12. Zombies (Disney)
  13. Zolita

top 13 musicas

  1. Hoje
  2. Quero Lhe Falar
  3. Corri
  4. Não Tem Hora e Nem Lugar
  5. Abençoa Nossa Reunião
  6. Curtir
  7. Cumpramos os Requisitos de Deus
  8. Não os Temais!
  9. As Coisas Bonitas de Deus
  10. Declaremos as Boas Novas Eternas
  11. Ainda Existem Cowboys
  12. Eu Não Quero Amar Você
  13. Doido Pra Te Amar
Confira a Letra Hino de Barão de Antonina - SP

Hinos de Cidades

Hino de Barão de Antonina - SP

Quando a aurora/vem dourar
teus campos/
Quando a chuva/ o ar vem renova/
Tu me lembras/ que um dia/
Já foste/Núcleo Colonial.

Que tua história/ começa além/
Das fronteiras/ deste teu torrão/
Lá dos pampas/ pra esse rincão/
Pertencestes/ a um nobre barão.

Que num gesto/ de amor e grandeza/
Aos Caiuás/ que viviam aqui/
Doou tuas terras/ a esses brasileiros/
Da natureza/ bravos guerreiros.

Mata dos Índios/ foste outrora/
Do Rio Verde/ e Itararé/
Vales e serras/ paragens belas/
Que nunca/ se viu por aí.

Depois/ das mãos laboriosas/
Do Imigrante/ despatriado/
Emerge o Núcleo/ Colonial/
Recanto novo/ sua pátria final.

A terra bruta/ lapidada/
A saudade/ no peito, embalada/
Pelo som/ bater da enxada/
Dos carroções/ na beira da estrada.

A igrejinha/ com amor, construída/
A tua fé/ em Santa Terezinha/
Das tuas ruas/ arborizadas/
Foste pérola/ bem cultivada.

Entre trabalhos/ canções e polcas/
Casarões da Imigração/
Renasce a vida/ ressurge o novo/
Nasce a cidade: Barão de Antonina.

Que situada/ ao sudoeste paulista/
É pedacinho/ do meu Brasil/
És pequenina/ mas, bem ordeira/
Tu és brasão/ tu és bandeira.

Tracker