notícias musicais

top 13 artistas

  1. zurzir
  2. Züriwest
  3. Zumbis
  4. Zumbi do Mato
  5. Zumbadores
  6. Zumbada
  7. Zumba Fitness
  8. Zulma Cantora
  9. Zuino & Toty
  10. Zudizilla
  11. ZRM
  12. Zoufris Maracas
  13. Zoroastro

top 13 musicas

  1. Cristo Em Mim
  2. Hoje
  3. Quero Lhe Falar
  4. Corri
  5. Não Tem Hora e Nem Lugar
  6. Chegada no céu
  7. Abençoa Nossa Reunião
  8. Curtir
  9. Cumpramos os Requisitos de Deus
  10. Não os Temais!
  11. As Coisas Bonitas de Deus
  12. Declaremos as Boas Novas Eternas
  13. Ainda Existem Cowboys
Confira a Letra Robert Johnson (part. FILL)

LetoDie

Robert Johnson (part. FILL)

Entre o céu, o inferno e o purgatório
É tudo aqui, bem na nossa frente, do nosso lado, nas nossas costas
Eu noio nisso

E quando tudo fica escuro, quem é que vem?
Quando o mundão te vira as costas, não vê ninguém
Quando o passado te atormenta e te faz refém
A minha arma pra ir pro céu é uma caneta e um papel
Eu sou um anjo caído, híbrido
Demônio é o signo dos seres humanos e espíritos que te habitam
Moro num lugar sinistro, cíclico
De dar as voltas em círculos, já tô cansado desses ritmos
Sou como piccolo, bato com a mente
E limito a força dos braços dos inimigos malditos
Metódio, sádico tipo assassino do zodíaco
Num pacto comigo mesmo, intacto
As vezes mato meu próprio oráculo, vira epitáfio
Então pra tirar meu sonho volte lá no prefácio
Eu sou um best-seller das ruas
Anonimato me faz h. Aço que não derrete tão fácil
Amasso folhas e maços, encarno almas e traços
Bem mais medonho e louco que chamar o mal no compasso
Aperto o passo pois tenho uma chance, só uma chance
Essa vida é um purgatório onde não existe revanche
Vou virar john constantine e trapacear o diabo
Queimar o seu rabo e roubar-lhe mais um cigarro
Assim que funciona, quem não tem cão caça com gato
Um olho no peixe e outro no felino abusado

Morto por dentro mas com honra, é assim
Eu quero ver quem vai falar que vai me parar no fim
Pronto pra guerra, no veneno pique antraz
Desistir? Não dá mais, sem dar um passo pra trás
Morto por dentro mas com honra, é assim
Eu quero ver quem vai falar que vai me parar no fim
Pronto pra guerra, só um estopim pra ir pra cima
Avisa esses cuzão que noiz não usa vaselina
Eu não me entrego pra esses prego ou inimigo
Aí, olha no meu olho se for vir falar comigo
Trampando com o oculto como aleister crowley
Foda-se os seus padrões, não mudo nem que cê implore
E é assim e sempre foi, sempre vai ser o mais insano
Sendo um bom calculista nunca explano os meus planos
Calmo superficial como o mar pela manhã, por dentro um monstro horrível, leviatã
Eu sei que de mim gratidão vocês não esperam
E não esperem mesmo porque vocês também não deram
É, soa cruel e eu acho que cê já sabe
Prefiro hamurabi do que ter piedade
Não conto com a sorte, é competência pra caralho
Sem medo da morte, trocando igual aos semper fi
Não é hype mano, meu naipe é insano
Nem reza pro pai que noiz é profano
Que os portões do inferno se destranquem, não quero seu palanque
O meu discurso aqui é totalmente outro
Se tem medo da luta então foge, se tranque
Porque o mundo aqui fora só poupa quem é louco
Demônios na cabeça, demônios no pensamento
Essa p* é uma ampulheta e eles quem controlam o tempo
Se isso é um inferno astral, vida infernal
Eu vou ensinar pra lúcifer o que é ser o cara mau

Tracker