notícias musicais

top 13 artistas

  1. Roberto Carlos
  2. Hinos de Cidades
  3. Alisson e Neide
  4. Racionais MC's
  5. Marco Brasil
  6. Samuel Mariano
  7. Wesley Safadão
  8. Damares
  9. Melim
  10. LetoDie
  11. Mireille Mathieu
  12. Católicas
  13. Tonico e Tinoco

top 13 musicas

  1. Jesus Chorou
  2. Sinceridade
  3. Deus Escrevendo
  4. Meu Abrigo
  5. Gritos da Torcida
  6. Monstros
  7. Sempre Esteve Aqui
  8. Paulo e Silas
  9. Aloha, e Komo Mai
  10. Fica Tranquilo
  11. Te Amo Disgraça
  12. Canta Que Eu Cuido
  13. Da Ponte Pra Cá
Confira a Letra Voraz (part. FILL)

LetoDie

Voraz (part. FILL)

Contas na mesa, família chorando, a realidade é triste
Escondo minha lágrima e sigo no jogo
Não tem fugir, não existe (não)
Uma moça tá grávida e eu tenho que ser presente, firme, um bom pai
Não posso cair, tenho um peso nas costas
Fica, foca e vai
Por isso que eu quebro nos raps atrás do dinheiro
Preciso correr contra o tempo porque o meu tempo tá curto
E ás vezes a bad me põe no veneno
E eu fico pensando pequeno
Viajo em silencio nos erros passados do corre
Mas tenho uma chance no final do tunel que fala que um sonho não morre
A coroa tá sem pensão e o advogado quer grana
Um copo de frustração, não como e bebo de fama
Matando mais que um leão virei o rei da savana
Focado, sem distração
Ninguém segura minha gana
O impossível nunca existiu, meu dicionário não compreende
Eu sou moleque louco, persisto
Já provei que sou resistente
Andrei entre o crack e a chama
Zombie, tipo resident
Pó, olheiras, grades e dramas não derrotaram minha mente, não

Desistir é covardia e eu não posso dar esse gosto
Trabalho na madruga já pensando no almoço
Se me jogar na selva com os leões nada interfere
Eu volto de patrão portando um casaco de pele

Sem censura, na pura raiva
Quebrando dente e osso
Não é loucura quando cê desperta no fundo do poço, corda no pescoço?
E cê jura que era inocente? Na tortura entregou os comparsas
A essa altura foi incoerente
Sem postura, a ordem é: Passa!
Planto medo pra colher submissão
Comédia correu, não aguentou a pressão
No corre das nota é assim: Cê mata, cê morre, sem glória no fim
Tipo sicário, piedade não é pra você
Então pega o rosário se testar quem não tem nada a perder
Foda-se a fama, eu quero grana
Não subestime quem nunca reclama
O ódio aqui inflama e volta a lá carte
Só negócios, amigos a parte
Cê achou que tava tudo certo? Nego, esquece. Tudo é cobrado
Tá sentindo a morte mais perto? Eu vivo com ela andando do lado
Bem vindo ao submundo onde habita o medo
Vagabundo vive só se saber sentar o dedo
Bem vindo ao underground onde habita o medo
Qualquer vacilo (pow) sobe mais cedo
Não duvide, o apetite é bem maior de quem cresceu sem ter nada que quis
Com 15 eu cai no mundão e hoje orgulhoso de tudo que fiz
Mano, o tempo passa e mesmo assim noiz nunca muda
Pshhh, fala mais baixo que eu nunca pedi tua ajuda
Pau no cu dos judas, tenham longa vida os bico
Pra eles vê que minha escolha um dia vai me deixar rico

Desistir é covardia e eu não posso dar esse gosto
Trabalho na madruga já pensando no almoço
Se me jogar na selva com os leões nada interfere
Eu volto de patrão portando um casaco de pele

Tracker