notícias musicais

top 13 artistas

  1. zurzir
  2. Züriwest
  3. Zumbis
  4. Zumbi do Mato
  5. Zumbada
  6. Zulma Cantora
  7. Zuino & Toty
  8. Zudizilla
  9. ZRM
  10. Zoroastro
  11. Zorica Brunclik
  12. Zone
  13. Zona Ganjah

top 13 musicas

  1. Cristo Em Mim
  2. Hoje
  3. Quero Lhe Falar
  4. Corri
  5. Não Tem Hora e Nem Lugar
  6. Chegada no céu
  7. Abençoa Nossa Reunião
  8. Curtir
  9. Cumpramos os Requisitos de Deus
  10. Não os Temais!
  11. As Coisas Bonitas de Deus
  12. Declaremos as Boas Novas Eternas
  13. Ainda Existem Cowboys
Confira a Letra Hoje

Mallana

Hoje

Hoje já não se compara como antigamente,
Era vivo, mas a solução atual era morrer,
Graças a Deus que tem a mão do Pai,
Que nos ajuda neste meu viver,
Que a humanidade deve agradecer,
Por ainda sobreviver aqui.
Tempo que cobre o tempo sendo um momento de cada vez,
Olhem vocês, e comparem com a vida do lado de cá,
Mundo burguês, repare o que tenho pra falar,
Bem vindo ao lado B da vida!

Lado predominante, inconseqüente,
Quente até queimar por vós, cicatrizar o ferimento,
Causado por desigualdade social,
Desmoronou o mundo negro rio abaixo,
O bem reinou.

Tentando falar em gesto de canção,
Você tentando ouvir a mensagem passada,
Por querer progredir uma vida sensata,
Uma vida sofrida tentando acobertar a ferida,
Que está desiludida, pois se lembra,
Em que passou no viaduto e reparou,
Que sua vida foi jogada dos céus,
A graça foi recebida e tu não tens a coragem,
De levantar a mão e agradecer ao Pai-do-Céu.
Iluminar! Pois este mundo sabe o que fazer pra melhorar,
Será melhor agir ou esperar, abra os olhos e vê se pára de sonhar,
Pois com o capital que não sai do lugar,
Contaminação de ar, poluição do paladar somente vem julgar,
Aquele povo que vive do lar, lado de lá, sem ideais,
Sobrevivência a quinhentos Reais:

Pessoas morrendo de fome,
Que não sabem soletrar o nome da cidade onde se esconde,
Por barracos, em favelas que estão desmoronando,
A chuva cai, a terra leva sua mulher, seus filhos e seus planos,
Os dedos fartos de calos, mãos de trabalhador,
Que soa, encharca sua camisa, que sente muita dor,
Pois com o povo o mundo não leva rancor,
Raça privilegiada que só guarda o amor.

Tracker