notícias musicais

top 13 artistas

  1. Alisson e Neide
  2. Racionais MC's
  3. Samuel Mariano
  4. Melim
  5. Wesley Safadão
  6. LetoDie
  7. Flamengo
  8. Hinos de Cidades
  9. Kemilly Santos
  10. Silvanno Salles
  11. Fabiana Anastácio
  12. Eliã Oliveira
  13. Djonga

top 13 musicas

  1. Sinceridade
  2. Jesus Chorou
  3. Meu Abrigo
  4. Deus Escrevendo
  5. Ouvi Dizer
  6. Gritos da Torcida
  7. Eu Cuido de Ti
  8. Paulo e Silas
  9. Monstros
  10. Sou Eu
  11. Eu Sei Que Dói
  12. Yeah! Yeah! (feat. Emily Browning)
  13. Fica Tranquilo
Confira a Letra De Lá Pra Cá

Maumbu

De Lá Pra Cá

[DiSilva]
Visão amplificada, um passo em falso, cai a viga
Obstinado com a vitória, minha reza era minha figa
Emoções campais, rivais, rivalidade, eterna intriga
Desacelerei no jogo, mas não o frio na barriga
Testado igual cobaia, pisei em muita tocaia
Com ela é paz na praia, minha laia sempre mó fya
Carinho exorbitante, somos provados em escolhas
Às vezes más, mas as boas vêm em caneta e folhas
Trolhas, que dê pancadas mais que Muay Thai
Revolução canábica, joianha pro Uruguai
É tanto alarde, nunca é tarde está em pauta a sativa
Cabeça pensantes concordam com a união homoafetiva
Viva, fiz jus ao ensinamento familiar
Sabota meu deu a arte no quesito respeitar
Infância imaginária belo como o unicórnio
Em 87 desce na Terra mais um de Capricórnio
Nostalgia, chora o menino, mistura com lusitano
A força da guerreira passando o Natal no Samaritano
Minha firma, Maumbu-Recôndito, muito progresso
O show já começou, seja bem-vindo, é só sucesso

[Tarik]
Todo dia desperto, com o mesmo sonho concerto
Esperto não sento e espero, o momento que tanto quero
Chega de mão beijada, minha batalha, jão
Começa na madrugada, com a boca calada
Meu pensamento aflorado, acabando com o pesadelo
Atrás do aconchego, com as palavras te desarmo
Nesse enredo cotidiano, insano minha cura
Insisto nessa luta, varrendo os fajuta
Que não liberam o cânhamo, o recanto de consultório
Traduzo pensamento retórico, pra pessoa que o histórico
É cru já te adianto, tomar no
É a vontade que tenho, de mandar pra lá
Mas o que vai adiantar, o que você vai aprender
Aqui tu colhe o que planta, como faz por merecer
Nesse desastre portador de mentira, fácil ficar falando que é fazer
De entriga e nessa revira, qual o valor de quem se suplica?
20 anos são passados, libriamos enchergando o espetáculo
Nesse vacuo o sufoco, tá ao máximo, cabaço
Fechou DiSilva no compasso, tendeu o recado?
Tá complicado né? Mas não desista da tua fé moço
Que pra salva seu lar, e você que tem que dar o 1º passo

De lá, pra cá, daqui em diante
Vou do espaço ao horizonte, num pisco dum olhar
Em parte, do segundo e do instante
Vou direto pro mirante, subo seguindo sem olhar

Tracker